“Príncipe” Orleans e Bragança quer barrar entrada de imigrantes no Brasil

Deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), vai apresentar um projeto para modificar a Lei de Migração, de 2017, e dificultar a entrada de imigrantes no país. Paralamentar defende cotas para refugiados e um sistema de “triagem” para os imigrantes

Luiz Philippe de Orleans e Bragança
Luiz Philippe de Orleans e Bragança (Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança  (PSL-SP), que chegou a ser cotado pelo presidente Jair Bolsonaro como possível vice de seu governo, vai apresentar um projeto para modificar a Lei de Migração, de 2017, e dificultar a entrada de imigrantes no país. Para isso, o deputador quer estabelecer cotas para refugiados e um sistema de “triagem”, sem entrar em detalhes dos pré-requisitos.

“Não é para ser maldoso, é para proteger o cidadão brasileiro. Aceitamos qualquer um, temos de ser mais rigorosos”, disse, segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

O “príncipe” usou como argumento o ataque aéreo dos Estados Unidos que matou o general iraniano Qassim Soleimani. Para ele, o ocorrido mostra a importância da luta contra o terrorismo. “O Brasil deve ter papel de liderança regional”, acrescentou.

Leia a íntegra na Revista Fórum

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247