Procurador da Lava Jato, que elegeu Bolsonaro, dizia que Haddad queria acabar com a operação

No dia em que Jair Bolsonaro, eleito presidente apenas porque a Lava Jato fez de Lula um preso político, decretou o fim da Lava Jato, internautas relembraram as confissões políticas de personagens como Carlos Fernando Lima

www.brasil247.com - VazaJato: 'Dá para arranjar uma entrevista na Globo?', perguntou Santos Lima
VazaJato: 'Dá para arranjar uma entrevista na Globo?', perguntou Santos Lima (Foto: REUTERS/Rodolfo Buhrer)


247 - A frase dita por Jair Bolsonaro de que acabou com a Lava Jato porque seu governo não tem mais corrupção tem tido grande repercussão nas redes sociais, inclusive com bom humor. Internautas lembram de declarações de integrantes da força-tarefa que diziam, por exemplo, que a Lava Jato estaria ameaçada sob um governo do PT.

Carlos Fernando Lima disse na ocasião que o PT tinha “objetivo claro de destruir a Lava Jato” e que na eleição presidencial de 2018 se vivia “um dilema” entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro. A decisão era “óbvia”, disse ele, a do “mal menor”. Em resposta à lembrança da declaração, internautas ironizaram: “mordeu a língua”.

O jornalista Kennedy Alencar também comentou a declaração de Bolsonaro: “Essa foi a mentira mais engraçada que Bolsonaro contou. É um piadista. Moro, Dallagnol e cia., moralistas sem moral que corromperam o sistema judicial, merecem ouvir isso dessa figura abjeta. Embalem o filho que pariram. Afinal, são uma coisa só, disse quem os conhece muito bem”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email