Procuradores de todos os estados e DF pedem que PGR investigue Bolsonaro: 'missão constitucional'

Procuradores federais dos Direitos dos Cidadãos assinaram uma notícia-crime contra Bolsonaro após ataques contra o sistema eleitoral brasileiro durante reunião com embaixadores

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


247 - Procuradores federais dos Direitos dos Cidadãos de todos os estados e do Distrito Federal assinaram nesta terça-feira, 19, uma notícia-crime contra Jair Bolsonaro (PL) após ataques contra as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro durante reunião com embaixadores.

Procuradores das 27 unidades federativas, além do chefe da procuradoria federal da mesma área, entregaram o documento ao procurador-geral da República, Augusto Aras, e acusam Bolsonaro de mentir contra o Judiciário e a democracia. Eles também relembram que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já decidiu que ataques ao sistema eleitoral não são protegidos pela liberdade de expressão e podem ser punidos pelo tribunal.

>>> Leia também: Em abaixo-assinado, entidades repudiam declarações de Bolsonaro contra as urnas e a democracia

“A conduta do Presidente da República afronta e avilta a liberdade democrática, com claro propósito de desestabilizar e desacreditar o processo e as instituições eleitorais e, nesse contexto, encerra, em tese, a prática de ilícitos eleitorais decorrentes do abuso de poder", diz a notícia-crime de procuradores federais contra Bolsonaro.

Os procuradores federais dos Direitos dos Cidadãos de todos os Estados são os braços do Ministério Público Federal voltados para a defesa dos direitos individuais. Eles solicitam que Aras, por meio da Procuradoria-Geral Eleitoral, atue seguindo "sua missão constitucional de proteção da democracia".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email