Professora recebe segunda denúncia por citar Paulo Freire

A professora da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Rosana Pinheiro Machado expôs que é alvo de perseguição; o motivo é pelo simples fato dela escrever sobre o educador Paulo Freire, patrono da educação brasileira; "recebi hoje uma denúncia da UFSM de uma pessoa que dizia que era um absurdo ter uma professora que escrevia sobre Paulo Freire. É a segunda denuncia que respondo em seis meses. Está insuportável para mim", desabafou a professora

Professora recebe segunda denúncia por citar Paulo Freire
Professora recebe segunda denúncia por citar Paulo Freire (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A professora da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Rosana Pinheiro Machado, usou sua conta no Twitter para denunciar perseguição dentro de sala de aula. É a segunda denúncia de alunos pelo fato de Machado citar o educador e patrono da educação brasileira Paulo Freire em seus textos. 

Recebi hoje uma denúncia da ouvidoria da UFSM de uma pessoa que dizia que era um absurdo ter uma professora que escrevia sobre Paulo Freire num jornal. Um e-mail completamente louco e sem sentido. É a segunda denuncia que respondo em seis meses. Está insuportável para mim.

Ele ainda revela que já foi duas vezes dar aula com guarda universitária (não na UFSM). "Se voltar ao Brasil foi uma aposta arriscada, cada vez mais se torna uma escolha impossível", lamenta. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247