Professores universitários protestam contra arbitrariedade na Casa de Rui Barbosa

Professores universitários consideram o afastamento de cinco pesquisadores da Fundação Casa de Rui Barbosa uma “óbvia arbitrariedade” e lançam documento em protesto contra a medida

Casa de Rui Barbosa
Casa de Rui Barbosa (Foto: Wikipédia)

247 - Por meio de uma carta, professores universitários protestam contra as arbitrariedades cometidas na Fundação Casa de Rui Barbosa, considerando que a demissão de pesquisadores da instituição “abala os processos de preservação e o estudo dos acervos de um dos principais centros de pesquisa do Brasil”.   

Assinam o documento mais de 230 docentes de instituições universitárrias como USP, Unicamp, UFRJ e Uerj.  

A presidente da fundação, Letícia Dornelles, diz que as demissões foram feitas para otimização administrativa.   

As informações são da jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247