Programa liderado por Michelle Bolsonaro financia com dinheiro público ONGs aliadas de Damares

O chamado programa Pátria Voluntária, que supostamente estimularia o terceiro setor, irrigou com dinheiro público instituições ligadas à ministra Damares Alves

Damares Alves, Michelle Bolsonaro e Jair Bolsonaro
Damares Alves, Michelle Bolsonaro e Jair Bolsonaro (Foto: Carolina Antunes/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Dinheiro público administrado por um programa dirigido por Michelle Bolsonaro, esposa do presidente da República, com finalidades supostamente beneficentes, financiou, sem edital de concorrência, instituições evangélicas ligadas à ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Uma dessas entidades foi a Associação de Missões Transculturais Brasileiras (AMTB) beneficiada com R$ 240 mil pelo programa tocado por Michelle Bolsonaro,  por indicação da ministra Damares. 

A AMTB consta do site da Receita Federal e em sua própria página na internet com o mesmo endereço de registro da ONG Atini, fundada por Damares em 2006 e onde a ministra atuou até 2015, informa reportagem da jornalista Constança Rezende na Folha de S.Paulo.

PUBLICIDADE

O programa Pátria Voluntária foi criado por decreto de Jair Bolsonaro em julho do ano passado. Sua finalidade é "fomentar a prática do voluntariado e estimular o crescimento do terceiro setor", arrecadando dinheiro de instituições privadas e repassando para organizações sociais.

O programa já consumiu cerca de R$ 9 milhões dos cofres públicos em publicidade pagos pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

PUBLICIDADE

Duas outras organizações filiadas à AMTB também receberam dinheiro público sem edital de concorrência - o Instituto Missional, com R$ 391 mil, e o SIM (Serviço Integrado de Missões), com R$ 10 mil.

Sediado em Maringá (PR), o ​Instituto Missional é dirigido por Weslley Kendrick Silva, um empresário que tem fotos em seu perfil no Facebook em confraternização com Damares e o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente de Damares, Maurício Cunha, que por sua vez dirige a ONG CADI (Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral), filiada à AMTB. 

PUBLICIDADE

O programa Pátria Voluntária tocado por Michelle Bolsonaro soma R$ 10,9 milhões em arrecadação de doações e já fez repasses a instituições privadas no valor de R$ 4,3 milhões

Somente com publicidade o programa já gastou R$ 9 milhões de dinheiro público.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email