Promotor confessa que denunciou Haddad por vingança

O promotor aposentado Marcelo Millani ainda admitiu à Justiça que "se excedeu em sua conduta" no cargo

Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: Diogo Zacarias/MF)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O promotor aposentado Marcelo Millani admitiu à Justiça que "se excedeu em sua conduta" no cargo e que ajuizou ações de improbidade administrativa contra Fernando Haddad (PT-SP) apenas como forma de retaliação, ou seja, vingança contra o atual ministro da Economia. 

“A admissão ocorreu em um acordo em que Milani desistiu de uma ação que movia contra Haddad. O documento foi homologado na quinta (7) pelo Superior Tribunal de Justiça”, informa a jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo. 

continua após o anúncio

A jornalista ainda explica que “a vingança do promotor se deve ao fato de Haddad ter relatado à revista Piauí que recebeu em seu último ano como prefeito de São Paulo, em 2016, a informação de que Milani teria pedido R$ 1 milhão em propina para não ingressar com ação judicial contra a Odebrecht. O texto de Haddad foi publicado na Piauí em 2017. Milani então processou o hoje ministro da Fazenda por calúnia, injúria e difamação. Teve uma vitória em primeira instância, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) reverteu a condenação do petista”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247