Protesto causa 15 km de engarrafamento na Dutra

Manifestação de caminhoneiros começou no domingo e não tem previsão para acabar; situação é mais grave no sentido Rio, com 15 km; em direção a SP, trânsito parado se estende por sete km; profissionais não querem controle da jornada de trabalho

Protesto causa 15 km de engarrafamento na Dutra
Protesto causa 15 km de engarrafamento na Dutra (Foto: Divulgação_João Marco Coelho/Divulgação)

Agência Brasil - Uma manifestação de caminhoneiros provoca, desde a tarde de domingo 29, transtornos na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), no sul fluminense. De acordo com a concessionária Nova Dutra, que administra a rodovia, na manhã desta segunda-feira 30, o protesto provoca engarrafamentos de 15 quilômetros, na altura de Barra Mansa, no sentido Rio, e de 7 quilômetros no sentido São Paulo.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão no local. Os caminhoneiros estão promovendo manifestações em rodovias de todo o país desde a última quarta-feira 25.

Liderados pelo Movimento União Brasil Caminhoneiro, os protestos pedem o adiamento, por um ano, da entrada em vigência da Lei Federal 12.619, que tornou obrigatório, desde o final de junho, o controle de jornada de todos os motoristas que trabalham no transporte rodoviário de cargas e passageiros.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247