Próxima do calote, Andrade Gutierrez tem R$ 508 milhões bloqueados pelo TCU

O Tribunal de Contas da União (TCU) bloqueou R$ 508,3 milhões em bens da Andrade Gutierrez por suposto superfaturamento no contrato da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro; o bloqueio ocorre às vésperas do vencimento de R$ 1,2 bilhão (US$ 345 milhões) que a empresa tem de pagar na próxima segunda-feira; a decisão de bloquear tal quantia pode comprometer o pagamento e colocar a empreiteira numa situação delicada a exemplo do que ocorreu ontem com a Odebrecht, que deixou de pagar R$ 500 milhões em títulos no exterior; a empresa pretendia quitar a dívida e, para isso, vinha negociando maneiras de conseguir o dinheiro no mercado, através de venda de ativos; a decisão do TCU inviabilizou essa estratégia

Andrade Gutierrez
Andrade Gutierrez (Foto: Gustavo Conde)

247O Tribunal de Contas da União (TCU) bloqueou R$ 508,3 milhões em bens da Andrade Gutierrez por suposto superfaturamento no contrato da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro. O bloqueio ocorre às vésperas do vencimento de R$ 1,2 bilhão (US$ 345 milhões) que a empresa tem de pagar na próxima segunda-feira. O bloqueio pode comprometer o pagamento e colocar a empreiteira numa situação delicada a exemplo do que ocorreu ontem com a Odebrecht, que deixou de pagar R$ 500 milhões em títulos no exterior. A empresa pretendia quitar a dívida e, para isso, vinha negociando maneiras de conseguir o dinheiro no mercado, através de venda de ativos, mas a decisão do TCU inviabilizou essa estratégia.

"A punição da Andrade é a primeira que o tribunal aplica a uma empreiteira alvo da Lava Jato que assinou com o Ministério Público Federal um acordo de leniência – espécie de delação premiada de pessoas jurídicas, que admitem irregularidades e colaboram com a Justiça em troca de redução de penas".

Leia mais aqui

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247