Psicanalistas publicam nota de repúdio a declarações de Bolsonaro

"Nós, Psicanalistas Unidos pela Democracia, repudiamos as declarações desumanas, infames e indignas de Jair Bolsonaro. O atual presidente da República ataca a verdade histórica, promove a incitação ao ódio e a violência, desrespeita e despreza cidadãos que vêm lutando pela democracia no Brasil", diz a nota

Bolsonaro assume opção contra o regime democrático
Bolsonaro assume opção contra o regime democrático (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - O grupo Psicanalistas Unidos Pela Democracia, emitiu uma nota de repúdio às declarações de Jair Bolsonaro. A nota diz: "nós, Psicanalistas Unidos pela Democracia, repudiamos as declarações desumanas, infames e indignas de Jair Bolsonaro. O atual presidente da República ataca a verdade histórica, promove a incitação ao ódio e a violência, desrespeita e despreza cidadãos que vêm lutando pela democracia no Brasil. 

A nota segue: "é o mesmo que ele vem fazendo com os menos favorecidos, as mulheres, os negros, os índios, os LGBTQ+, culminando com o inaceitável e obsceno vilipêndio à memória de um jovem militante da Ação Popular torturado e morto nos porões da ditadura militar. O atual presidente confessa-se cúmplice desse crime de Estado e incidentalmente incorre em outro: o de ocultação e omissão da verdade histórica (ele “sabe muito bem” como ocorreu essa morte), pois seria sua obrigação torná-la pública e fazer com que os criminosos fossem punidos, ao invés de associar-se a eles. E hoje lemos que ele exonerou a presidente e mais 3 membros da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos para colocar seus correligionários.

Com as recentes provas de ilegalidades cometidas para elegê-lo ao cargo maior da República, e os riscos que nossa democracia vem sofrendo com ameaças às liberdades garantidas pela constituição, fica claro que Jair Bolsonaro não faz jus ao cargo de presidente de todos os brasileiros por sua parcialidade partidária, descompromisso com a verdade, falta de ética e desumanidade.

O que nos humaniza é a verdade histórica que nos insere em uma língua, uma cultura, uma classe social, uma nação, uma história e uma linha transgeracional entre nossos pais e nossos filhos; são os afetos e as pulsões dentro dos laços sociais, os quais nos permitem promover instituições que garantam o pacto social e a convivência com o outro sem fazer dele um objeto a ser abusado ou eliminado; é a liberdade de cada ser humano de viver suas escolhas e manifestar suas opiniões com suas potencialidades criativas e transformadoras na diversidade que faz de cada um, um ser singular.

Repudiamos todos os atos e declarações que ataquem ou coloquem em risco aquilo que nos humaniza. Repudiamos o projeto em curso do atual governo do Brasil que opera na contra-mão do laço social civilizado e democrático promovendo a barbárie social. Repudiamos essa necropolítica movida pela pulsão de morte com suas consequências devastadoras para o indivíduo, a sociedade, a cultura e o meio ambiente. 

Rio de Janeiro, 1 de agosto de 2019.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247