PSOL vai acionar a Justiça contra propaganda da reforma da Previdência

PSOL anunciou que irá acionar a Justiça visando a suspensão da veiculação da propaganda da reforma da Previdência por parte do governo Jair Bolsonaro; ação popular terá como base o "desvio de finalidade e abuso de autoridade, entre outros elementos", como a contratação dos apresentadores Ratinho e Luciana Gimenez para fazer merchandising sobre o assunto

PSOL vai acionar a Justiça contra propaganda da reforma da Previdência
PSOL vai acionar a Justiça contra propaganda da reforma da Previdência (Foto: Reuters)

247 - O PSOL anunciou que irá acionar a Justiça visando a suspensão da veiculação da propaganda da reforma da Previdência por parte do governo Jair Bolsonaro. Segundo o blog da jornalista Bela Megale, a ação popular terá como base o "desvio de finalidade e abuso de autoridade, entre outros elementos".

Segundo o PSOL, a decisão de ir à Justiça contra a propaganda foi tomada em virtude das notícias dando conta de "que o o governo vai não só contratar inserção de propaganda em canais de televisão, como também a realizar de 'merchandising'" com apresentadores como Ratinho e Luciana Gimenez".

Ainda de acordo com a legenda, em 2017, durante o governo Michel Temer, a juíza da 14ª Vara Federal em Brasília, Rosimayre Gonçalves de Carvalho, determinou a suspensão de uma campanha semelhante.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247