PT nega ter contratado agência para campanha nas redes

Em nota enviada na noite desta segunda-feira, 27, o PT negou acusações de que tenha pagamento de influenciadores em redes sociais para fazer campanha para candidatos petistas nas eleições 2018; "O Partido dos Trabalhadores esclarece que não contratou nem pagou nenhuma empresa para fazer divulgação remunerada de conteúdos nas redes sociais. O PT não pratica nem precisa desse tipo ação. O partido construiu forte presença nas redes sociais, sempre baseada no engajamento espontâneo", disse o PT 

PT nega ter contratado agência para campanha nas redes
PT nega ter contratado agência para campanha nas redes

247 - Em nota enviada na noite desta segunda-feira, 27, o PT negou acusações de que tenha  pagamento de influenciadores em redes sociais para fazer campanha para candidatos petistas nas eleições 2018.

"O Partido dos Trabalhadores esclarece que não contratou nem pagou nenhuma empresa para fazer divulgação remunerada de conteúdos nas redes sociais. O PT não pratica nem precisa desse tipo ação. O partido construiu forte presença nas redes sociais, sempre baseada no engajamento espontâneo", disse o PT. 

Mais cedo, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT), afirmou a jornalistas em Curitiba, (PR) nesta segunda-feira (27), que o partido está averiguando as acusações de que uma agência teria pago por comentários pró-PT no Twitter. “O PT nunca adotou este tipo de prática, nossas relações com as redes sempre foram de respeito e militância”, disse. “Nunca pagamos ninguém para falar em rede, muito pelo contrário. Estamos averiguando o que é isso, para esclarecer essa situação.”

No sábado (25) à noite, a jornalista Paula Holanda, militante de esquerda e influenciadora digital, afirmou ter sido convidada por uma agência de marketing digital mineira chamada Lajoy para promover em seu perfil conteúdo de esquerda, em troca de dinheiro. Ela relatou ter aceitado escrever tuítes favoráveis a candidatos do PT, como Gleisi Hoffmann.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247