Quando a delação não é contra Lula, o item 'falta de provas' existe

O empresário Ricardo Pessoa, delator da Lava Jato, não goza de credibilidade junto à justiça; suas delações esbarram no entendimentos dos juízes, que alegam 'falta de provas'; dos 16 políticos implicados pela delação do empresário, 8 já se livraram das acusações

Quando a delação não é contra Lula, o item 'falta de provas' existe
Quando a delação não é contra Lula, o item 'falta de provas' existe

247 - O empresário Ricardo Pessoa, delator da Lava Jato, não goza de credibilidade junto à justiça. Suas delações esbarram no entendimentos dos juízes, que alegam 'falta de provas'. Dos 16 políticos implicados pela delação do empresário que já foram alvo de denúncias criminais ou tiveram seus casos analisados pelo Supremo Tribunal Federal e em outras instâncias do Judiciário, 8 se livraram das acusações.

"Em todos esses oito casos, a Justiça concluiu que as informações fornecidas por Pessoa eram insuficientes para comprovar crimes ou justificar a abertura de processos. Em seis deles, o próprio Ministério Público pediu o arquivamento das investigações.

(...)

Toffoli votou pela rejeição de denúncias apresentadas pelo Ministério Público contra dois outros políticos acusados por Pessoa, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE). Ainda não houve decisão nesses casos, porque outros ministros pediram tempo para analisar os inquéritos."

Leia mais aqui.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247