Queiroz pede habeas corpus alegando ser grupo de risco do coronavírus

Defesa do amigo de décadas de Jair Bolsonaro possui residência fixa, bons antecedentes criminais e é réu primário

Fabrício Queiroz
Fabrício Queiroz (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fórum - Preso em Bangu 8, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, de 55 anos, alega fazer parte do grupo de risco da Covid-19 em Habeas Corpus pedido por seus advogados no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Segundo coluna de Ancelmo Gois nesta segunda-feira (29) no jornal O Globo, a defesa de Queiroz entrou com o pedido no sábado (27) e alega ainda que o amigo de décadas de Jair Bolsonaro possui residência fixa, bons antecedentes criminais e é réu primário.

Leia a íntegra na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email