Quinze pessoas seguem desaparecidas no Rio

Famlia de cinco integrantes tenta fugir de carro e acaba soterrada no distrito de Jamapar, em Sapucaia. Depois da tragdia, secretrio do Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc, anuncia investimentos de R$ 850 milhes para evitar inundaes no Estado, que j deixaram mais de 14 mil desalojados

Quinze pessoas seguem desaparecidas no Rio
Quinze pessoas seguem desaparecidas no Rio (Foto: SINDICLEI FERREIRA /Agência Estado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Deslizamentos de terras na divisa dos Estados do Rio e de Minas mataram ao menos 11 pessoas ontem. Até o início da noite, o distrito de Jamapará, em Sapucaia (RJ) bombeiros buscavam 15 vítimas desaparecidas em meio a escombros de nove casas destruídas e terras das encostas.

Para o prefeito de Sapucaia, no Centro-Sul Fluminense, Anderson Zanon, que acompanha as buscas nos escombros desde as 5h desta segunda-feira (9), os soterrados que estão desaparecidos não devem ser encontrados com vida. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros já instalaram iluminação artificial no local para que as buscas continuem durante a madrugada.

O caso mais dramático é de uma família de cinco pessoas que segue desaparecida. Eles bandonaram a casa com medo dos deslizamentos em um fusca. O veículo foi soterrado e a casa ficou intacta.

O secretário do Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc, anunciou investimentos da ordem de R$ 850 milhões para evitar inundações no Rio de Janeiro, sendo a maior parte do governo federal e 20% de contrapartida do Estado.

O primeiro projeto receberá R$ 350 milhões e pretende proteger quatro cidades cortadas pelo rio Muriaé (Laje do Muriaé, Itaperunam Italva e Cardoso Moreira), fortemente afetadas pela cheia do rio que nasce em Minas Gerais. Os recursos serão usados para construção de 3 extravasores (estrutura para controle da passagem da água) e uma barragem de controle de cheias, segundo informações da Folha.

De acordo com a Secretaria de Defesa Civil do Rio, até a noite de ontem, 10.759 pessoas estavam desalojadas e 3.980 desabrigadas em todo o Estado por conta das chuvas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email