Randolfe Rodrigues defende adiamento das eleições no Amapá

O TSE ajudará o estado, tomado pelo apagão, providenciando baterias para as urnas

Randolfe Rodrigues
Randolfe Rodrigues (Foto: Beto Barata/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasil de Fato - O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) voltou a defender nesta segunda-feira (9), a necessidade de adiamento das eleições no Amapá, no próximo domingo (15).

Randolfe já havia solicitado o adiamento junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devido ao aumento no número de casos da covid-19. Com o apagão que afetou mais de 778 mil amapaenses desde o dia 7 de novembro, ele critica a manutenção do pleito eleitoral.

“Não vejo condições de termos sessões eleitorais funcionado com o povo sem energia, com os amapaenses sem fornecimento de energia básica. O TRE [Tribunal Regional Eleitoral] informa que não tem urnas [eletrônicas] com bateria 24 horas. Podemos ter uma enorme abstenção com as circunstâncias que temos”, disse o senador em entrevista ao canal Globo News.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247