Randolfe Rodrigues protocola pedido de impeachment contra Temer

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) argumenta que houve suposto crime de responsabilidade durante depoimento prestado à PF; de acordo com o parlamentar, Temer mentiu ao negar ter recebido propina ou qualquer vantagem ilícita em 2014

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) argumenta que houve suposto crime de responsabilidade durante depoimento prestado à PF; de acordo com o parlamentar, Temer mentiu ao negar ter recebido propina ou qualquer vantagem ilícita em 2014
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) argumenta que houve suposto crime de responsabilidade durante depoimento prestado à PF; de acordo com o parlamentar, Temer mentiu ao negar ter recebido propina ou qualquer vantagem ilícita em 2014 (Foto: Leonardo Lucena)

247, com Agência Brasil

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou nesta quarta-feira (18), na Câmara dos Deputados, um pedido de impeachment contra Michel Temer. O parlamentar argumenta que houve suposto crime de responsabilidade durante depoimento prestado à Polícia Federal. De acordo com o parlamentar, Temer mentiu ao negar à Polícia Federal ter recebido propina ou qualquer vantagem ilícita em 2014. 

Ele citou também depoimentos de delatores da JBS e as prisões recentes de amigos do presidente em uma operação que investiga se Temer recebeu propina para editar um decreto e favorecer empresas do setor portuário. "Esse depoimento ofende os fatos, por conta da delação da JBS e, mais do que isso, ofende os fatos das operações recentes que resultaram na prisão de amigos do presidente", argumentou Randolfe. Relato publicado no G1.

No pedido, Randolfe pede esclarecimentos sobre as declarações prestadas pelo presidente da República relacionadas ao financiamento de campanha em 2014. Ele solicita ainda informações sobre recursos utilizados para a reforma e ampliação da casa de Maristela Temer, filha do presidente da República.

Ao protocolar o pedido na Mesa Diretora, o senador estava acompanhado de dois membros da Executiva Nacional da Rede: Pedro Ivo e Laís Garcia.

Cabe ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definir se dará prosseguimento ao pedido de impeachment ou arquivá-lo.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247