Randolfe vai ao STF para obrigar Bolsonaro a seguir Anvisa e exigir vacina de viajantes

Senador afirma que Bolsonaro tem "desejo de morte" por sinalizar que não vai cumprir recomendação da Anvisa em meio às festas de fim de ano e nova variante do coronavírus

www.brasil247.com - Randolfe Rodrigues e Jair Bolsonaro
Randolfe Rodrigues e Jair Bolsonaro (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado | REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

Revista Fórum - O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que atuou como vice-presidente da CPI do Genocídio, anunciou nesta quinta-feira (26) que prepara, junto ao seu partido, uma ação a ser protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o governo Bolsonaro a seguir a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de exigir comprovante de vacina contra a Covid para entrar no Brasil.

Segundo a Anvisa, sem o passaporte vacinal, o Brasil pode se tornar o destino preferencial de negacionistas e antivacinas nestes meses de maior fluxo de viagens por conta das festas de fim de ano e férias, o que pode agravar o quadro controlado da pandemia de Covid-19 no país e fazer do Brasil um paraíso de negacionistas. Por isso, a agência emitiu, na quinta-feira (25), nota técnica recomendando a exigência do comprovante de vacina para entrar no país.

Nesta sexta-feira (25), a Anvisa emitiu ainda uma nova nota técnica recomendando restrições para viajantes da África do Sul e outros 5 países por conta da nova variante do coronavírus descoberta recentemente. Cientistas vêm apontado que esta nova variante é mais contagiosa e há dúvidas sobre a efetividade das vacinas com relação a ela e, por isso, países europeus já estão intensificando restrições em seus aeroportos.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra na Fórum.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email