Raquel Dodge ameaça afastar Segovia se blindar Temer

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal que emita uma ordem judicial para o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, se abster de "qualquer ato de ingerência" sobre o inquérito que investiga Michel Temer no caso dos portos; a pena, segundo a chefe da PGR, seria o afastamento de Segovia do cargo

segovia
segovia (Foto: Gisele Federicce)

247 - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal que emita uma ordem judicial para o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, se abster de "qualquer ato de ingerência" sobre o inquérito que investiga Michel Temer no caso dos portos.

A pena, segundo a chefe da PGR, seria o afastamento de Segovia do cargo. Ela se refere às declarações feitas recentemente por Segovia em entrevista à Reuters, em que declarou que a tendência na PF era arquivar a investigação contra Temer e sinalizou que o delegado responsável pelo caso seria alvo de um processo interno por supostamente ter feito perguntas duras a Temer.

A declaração de Raquel Dodge consta no documento em que ela se manifesta ao ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo no STF, favoravelmente à prorrogação do prazo da investigação em 60 dias, a pedido da Polícia Federal.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247