Rebelião deixa 52 mortos em Altamira

Um confronto entre facções rivais deixou ao menos 52 detentos mortos nesta segunda-feira (29), no Centro de Recuperação Regional de Altamira, sudoeste do Pará; 16 vítimas teriam sido decapitadas e outras morreram em razão de um incêndio iniciado pelos detentos

Sputnik Brasil - Ao menos 52 detentos foram mortos nesta segunda-feira durante uma rebelião no Centro de Recuperação Regional de Altamira, no sudoeste do Pará, segundo informaram autoridades locais.

Nesta manhã, um grande tumulto tomou conta da instituição penitenciária devido a um confronto entre organizações criminosas, que teve início quando presos de um determinado grupo decidiram invadir a área de uma organização rival. Informações da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) dão conta de que 16 vítimas teriam sido decapitadas. Outras morreram em razão de um incêndio iniciado pelos detentos.

O balanço atual não faz referência a nenhuma baixa entre agentes da segurança. Dois agentes penitenciários até chegaram a ser feitos de reféns, mas foram liberados.  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247