Rede pedirá registro ao TSE até final de abril

A Rede Sustentabilidade, legenda da ex-senadora Marina Silva e que atualmente está abrigada dentro do PSB, pretende entregar em abril a lista das assinaturas que faltam à Justiça Eleitoral de maneira a tornar-se oficialmente um partido político; segundo membros da Rede, ainda é preciso verificar a validade de 32 mil assinaturas, do total de 500 mil necessárias à criação do partido

SP - COLETIVA / MARINA SILVA / ELEI��ES 2014   - POL�TICA - Candidata Marina Silva em coletiva de imprensa ap�s ficar na terceira colaca��o no  primeiro turno da elei��o presidencial de 2014. 05/10/2014 - Foto: THIAGO BERNARDES/FRAME/FRAME/ESTAD�O CONTE�D
SP - COLETIVA / MARINA SILVA / ELEI��ES 2014 - POL�TICA - Candidata Marina Silva em coletiva de imprensa ap�s ficar na terceira colaca��o no primeiro turno da elei��o presidencial de 2014. 05/10/2014 - Foto: THIAGO BERNARDES/FRAME/FRAME/ESTAD�O CONTE�D (Foto: Paulo Emílio)

247 - A Rede Sustentabilidade, legenda da ex-senadora Marina Silva e que atualmente está abrigada dentro do PSB, pretende entregar em abril a lista das assinaturas que faltam à Justiça Eleitoral de maneira a tornar-se oficialmente um partido político. Segundo membros da Rede, ainda é preciso verificar a validade de 32 mil assinaturas, do total de 500 mil necessárias à criação do partido.

O porta-voz da Rede Sustentabilidade, Bazileu Margarido, disse que serão apresentadas à Justiça Eleitoral um total de 80 mil assinaturas, 48 mil a mais que o número necessário para evitar riscos à criação da legenda. Caso consiga a viabilização, a Rede deverá lançar candidatos próprios nas eleições municipais de 2016.

Em 2013, a Rede não obteve o registro de criação do partido junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por não conseguir o número de assinaturas exigido pela legislação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247