Reforma da Previdência deve ficar para o 2º semestre, admite líder do PSL

Líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, disse que esperar que o projeto de reforma da Previdência seja aprovado ainda no primeiro a é algo "extremamente otimista". "Não sou tão otimista. Penso que a reforma acontecerá no seu tempo certo, acredito que no segundo semestre. Temos alguns feriados, recessos, seria ser excessivamente otimista falar no primeiro semestre, mas até o segundo semestre a gente entrega uma reforma da Previdência do tamanho adequado para o país", afirmou

Reforma da Previdência deve ficar para o 2º semestre, admite líder do PSL
Reforma da Previdência deve ficar para o 2º semestre, admite líder do PSL (Foto: LUIZ ALVES)

247 - O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, disse que esperar que o projeto de reforma da Previdência seja aprovado ainda no primeiro semestre é algo "extremamente otimista". Não sou tão otimista. Penso que a reforma acontecerá no seu tempo certo, acredito que no segundo semestre. Temos alguns feriados, recessos, seria ser excessivamente otimista falar no primeiro semestre, mas até o segundo semestre a gente entrega uma reforma da Previdência do tamanho adequado para o país", disse o parlamentar.

Segundo ele, o reconhecimento da impossibilidade da votação acontecer no primeiro semestre passa uma mensagem importante de confiança para o mercado financeiro.

"A gente tem que ter maturidade política. Se eu trouxesse a previsão para o primeiro semestre e não acontecer isso vai ter grande influência para o mercado financeiro, então com um prazo mais dilatado, vamos deixar a criança maturar, ficar no tempo adequado para nascer. Penso que com tranquilidade o segundo semestre é o tempo adequado para aprovar na Câmara e no Senado", ressaltou.

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247