Reforma Trabalhista nos conduz ao caos social, avalia desembargador

Crítico da Reforma Trabalhista, Jorge Luiz Souto Maior, desembargador do TRT-15, com sede em Campinas, afirma que o País caminha para "um aprofundamento maior da crise"; "A lei da 'reforma' trabalhista nos conduz ao caos social para a satisfação econômica imediata de alguns poucos e, sobretudo, do capital estrangeiro"

Reforma Trabalhista nos conduz ao caos social, avalia desembargador
Reforma Trabalhista nos conduz ao caos social, avalia desembargador (Foto: Esq.: Reuters)

247 - Crítico severo da “reforma” Trabalhista do ilegítimo e golpista Michel Temer, o professor Jorge Luiz Souto Maior, livre-docente de Direito do Trabalho da USP e desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15), com sede em Campinas, afirma que o País caminha para "um aprofundamento maior da crise, que não é só econômica, mas também social, cultural e política".

"A lei da 'reforma' trabalhista nos conduz ao caos social para a satisfação econômica imediata de alguns poucos e, sobretudo, do capital estrangeiro. Tenta-se superar a crise do capitalismo nos países centrais, aumentando a extração de ganhos sobre o trabalho nas periferias. E, para isso é imprescindível rebaixar — e até eliminar –a rede de proteção social alcançada nos poucos anos em que, em alguns desses países, experimentou, mesmo que precariamente, uma democracia social", afirmou ele durante entrevista ao site Viomundo. "Como a lei não é baseada em um projeto social e econômico específico, o que dela resulta é um direcionamento para o caos, e isto é possível de ser percebido a olho nu", acrescentou.

De acordo com o desembargador, "a lei aumenta significativamente o poder do empregador, tornando ainda mais vulneráveis os trabalhadores e suas organizações sindicais". Souto pontuou algumas das consequências da Reforma Trabalhista: "aumento da precarização; redução concreta de direitos; acumulação ainda maior da riqueza produzida e, por consequência diminuição do consumo, fruto também das incertezas".

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247