Renan Calheiros chama Lava Jato de “Primeiro Comando de Curitiba” e Moro de “capo”

Senador agradeceu ao ministro Ricardo Lewandowski, do STF, pela liberação do conteúdo da Operação Spoofing

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O senador Renan Calheiros (MDB-AL) usou as redes sociais nesta segunda-feira (1) para comentar sobre a troca de mensagens do ex-juiz federal Sérgio Moro com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Força-Tarefa da Lava Jato, tornadas públicas pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“O Brasil deve ao ministro Lewandowski o reconhecimento por quebrar o sigilo dos diálogos da Operação Spoofing. Agora o país pode conhecer a mais danosa operação contra a Justiça já vista no país”, celebrou Calheiros no Twitter.

Em seguida, ele usa o termo Primeiro Comando de Curitiba, uma referência à organização criminosa PCC, e o termo “capos”, em referência à máfia. “A conspiração tramada pelo Primeiro Comando de Curitiba foi tão grande que o STF poderá ter dificuldade em fazer uma peneira dos crimes cometidos pelos ‘capos’ Sérgio Moro , codinome Russo, e Deltan Dallagnol. Esse último já foi punido no CNMP”, tuitou o senador.

Continue lendo na Fórum.


 Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email