Requião propõe 580 dias de cadeia para Moro e Dallagnol

O ex-senador Roberto Requião (MDB) afirmou, nas redes sociais, que “é preciso que se entenda que os absurdos processuais cometidos contra Lula atingiram fundamentalmente o Brasil e os brasileiros”

Roberto Requião e Deltan Dallagnol
Roberto Requião e Deltan Dallagnol (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-senador Roberto Requião (MDB) afirmou, nesta sexta-feira, 16, nas redes sociais, que “é preciso que se entenda que os absurdos processuais cometidos contra [o ex-presidente] Lula atingiram fundamentalmente o Brasil e os brasileiros”.

“580 dias de cadeia para juízes e promotores não seriam demais, além da perda dos cargos”, exigiu o senador no Twitter.

Na quinta-feira, 15, o plenário do STF julgou a 13ª Vara Federal em Curitiba, da qual fazia parte o ex-juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato, incompetente para julgar os processos contra o ex-presidente Lula, por 8 votos a 3.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email