Ricupero diz que Bolsonaro conseguiu se consolidar como vilão global

Um dos mais experientes embaixadores do Brasil, Rubens Ricupero avalia que Jair Bolsonaro manchou a imagem do País e conseguiu se tornar inimigo da Humanidade com seu discurso desastroso na ONU. "Um discurso tão belicoso quanto o de Bolsonaro é quase uma aula de antidiplomacia", disse ele

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O diplomata e ex-ministro da Fazenda Rubens Ricupero, avaliou que o discurso de Jair Bolsonaro na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira, 23, consolidou a fama do Brasil como o novo ‘vilão global’ e afugentará empresas que buscam estabilidade para fazer investimentos de longo prazo.

“Hoje, o Brasil assumiu o papel de vilão global. Essa fama era do Duterte, mas ele se apagou muito e só vinha chamando a atenção por sua guerra às drogas. Não havia em torno dele um tema como a questão da Amazônia, que mobiliza as preocupações internacionais”, afirmou.

“Falo como um diplomata profissional. Um discurso tão belicoso quanto o de Bolsonaro é quase uma aula de antidiplomacia. Além de ter acentuado o lado negativo ao falar do meio ambiente, ele hostilizou muita gente no Brasil e no exterior. E atacou a própria ONU. Pensava que ele não conseguiria agravar o seu problema de imagem, mas confirmou o que o público externo mais temia: o fato de ser uma pessoa sem abertura nenhuma para a diplomacia”, afirmou Ricupero, que foi embaixador do Brasil nos Estados Unidos em dois períodos (1974-1977 e 1991-1993).

Ricupero entende que o Brasil pagará um preço elevado por ter optado pela via da confrontação. “Nenhuma empresa transnacional que prioriza boas práticas ambientais fará grandes investimentos no Brasil após esse discurso. Países isolados também têm dificuldades para se eleger para postos internacionais. Se o Brasil se envolver em problemas com outro país, verá que não tem amigos na busca por soluções. Sem contar que os acordos de livre-comércio, inclusive o do Mercosul com a União Europeia, ficarão hibernados por um longo tempo”, disse ele 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email