Rodrigo Maia diz que sem PEC emergencial, é impossível aprovar Orçamento para 2021

De acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), não poderá haver orçamento para 2021 sem a aprovação da PEC emergencial que cria mecanismos para mais um arrocho fiscal

Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia
Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia (Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (15) que seria um risco muito grande para o governo aprovar um Orçamento para 2021 sem votar a PEC emergencial, que cria mecanismos de ajuste fiscal. As declarações foram dadas em live promovida pelo Banco BMG. 

"É impossível abrir o próximo ano ou aprovar um Orçamento para o próximo ano antes de aprovar a PEC emergencial, a PEC da regulamentação do teto. É impossível", afirmou Maia segundo O Estado de S.Paulo. "Do meu ponto de vista, é impossível você ter o Orçamento aprovado para 2021 este ano se a emenda constitucional não estiver aprovada. É um risco muito grande para o governo."

Adepto do teto de gastos e do corte de despesas públicas, Maia afirmou que o desafio não é apenas conseguir cortar despesas para um programa de renda mínima, que está sendo elaborado pelo governo, mas também para organizar os gastos públicos para o pós-pandemia. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247