Rui Costa Pimenta: os golpistas têm o controle das instituições

O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, avalia que, após o episódio do último domingo 8, a perseguição de Lula "ficou clara" e mostrou que os golpistas controlam as instituições no País; para ele, “precisamos de uma grande manifestação popular para tirar Lula da cadeia”; Pimenta avalia que, caso a candidatura de Lula seja impugnada, o PT não deve apontar ou apoiar outro nome; “Não dá para acreditar que vamos encontrar um candidato milagroso. Sem o Lula, os petistas deveriam pregar voto nulo”, defende; assista sua entrevista à TV 247

Rui Costa Pimenta: os golpistas têm o controle das instituições
Rui Costa Pimenta: os golpistas têm o controle das instituições

TV 247 – O presidente do Partido da Causa Operária (PCO), Rui Costa Pimenta, concedeu entrevista à TV 247 expondo as arbitrariedades do Judiciário brasileiro, que se tornaram explícitas com o habeas corpus de Lula expedido pelo desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, mas suspendido pelos colegas do tribunal Thompson Flores e Gebran Neto.

Pimenta afirma que ficou claro que não há mais resquício de Estado de Direito. “Os golpistas foram pegos de surpresa com a libertação de Lula, mas eles se mancomunaram e bloquearam o HC rapidamente. A conspiração contra o ex-presidente está clara, estamos vendo o golpe sem a máscara”, observa.

“Ficou explícito, com este episódio, que os golpistas têm o controle das instituições e que estamos num jogo sem regras”, avalia.

Pimenta considera que a batalha jurídica é importante, mas que “devemos conhecer o limite dela”. E completa: “Precisamos de uma grande manifestação popular para tirar Lula da cadeia”.

Eleições 2018

O presidente do PCO considera que, caso a candidatura de Lula seja impugnada, o Partido dos Trabalhadores não deve apontar ou apoiar outro nome. “Não dá para acreditar que vamos encontrar um candidato milagroso, e a opção de apoiar o Ciro Gomes seria um fracasso. Sem o ex-presidente, os petistas deveriam pregar o voto nulo, é Lula ou nada”, afirma.

Já no que tange às eleições parlamentares, Pimenta acredita que é preciso uma forte campanha para que a esquerda seja bem sucedida no pleito. "Mas não acredito que terá um bom desempenho na conjuntura vigente", observa. 

Brasil colônia 

Ao analisar a situação atual do Brasil de completo desmonte e subserviência aos EUA, ele compara nossa conjuntura com a do Brasil colônia. "Estamos na mão de um governo colonial. Temer é um inimigo do Brasil, não acho que estas pessoas são vira-latas, são anti-nacionalistas mesmo", comenta. 

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa com Rui Costa Pimenta: 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247