Salles usa programa criado no governo Temer com indicadores positivos de Dilma

Salles usa programa Floresta+, foi feito no governo de Michel Temer, a partir de resultados contra o desmatamento obtidos no governo de Dilma Rousseff.

Ricardo Salles
Ricardo Salles (Foto: Lula Marques)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Para tentar rebater as críticas sobre o crescente desmatamento e queimadas, o Ministério so Meio Ambiente, comandado por Ricardo Sales, usa o programa Floresta+, para tentar construir a falsa narrativa de que os problemas ambientais atuais nada a ver com Bolsonaro ou Ricardo Salles.

No entanto, de acordo com reportagem do colunista Guilherme Amado, da revista Época, o programa foi feito no governo de Michel Temer, a partir de resultados contra o desmatamento obtidos no governo de Dilma Rousseff.

O programa paga o pequeno produtor rural da Amazônia que cumpre o Código Florestal e tem uma área excedente à reserva legal para manter aquela parte da floresta em pé.

O colunista destaca que o projeto foi enviado na gestão do ex-ministro Sarney Filho, no governo Temer, para o Green Climate Fund, fundo multilateral bilionário sobre mudanças do clima, que só permitiu a captação de R$ 500 milhões pelo Brasil por causa da queda no desmatamento da Amazônia no governo Dilma.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247