Sara Winter critica repressão bolsonarista e diz: "quando Lula e Dilma eram presidentes eu podia gritar"

Segundo a extremista, os apoiadores do atual governo não têm admiração por Bolsonaro, e sim pena: "acham ele um coitado"

www.brasil247.com - A militante fascista Sara Giromini foi presa pela Polícia Federal
A militante fascista Sara Giromini foi presa pela Polícia Federal (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Abandonada pelos bolsonaristas, a extremista Sara Giromini, conhecida como Sara Winter, em entrevista ao UOL, se disse decepcionada com "o governo inteiro" de Jair Bolsonaro e criticou a repressão da atual gestão federal e de seus seguidores.

Ela lamentou que o governo tenha - supostamente - se afastado do conservadorismo e disse que "as coisas só pioraram" no quesito liberdade. Neste ponto, ela lembrou dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

"Com relação à liberdade, as coisas só pioraram. É uma ilusão muito grande achar que os conservadores estão no poder. Se estivessem não ia ter tanta gente presa. Está pior. Quando Lula e Dilma eram presidentes, eu podia ir para a rua gritar o que eu queria contra o governo. Agora não posso", afirmou.

PUBLICIDADE

Para Sara, os apoiadores de Bolsonaro não têm admiração por ele, e sim pena. "Bolsonaro não tem nenhum poder. Ao contrário. Hoje, quando a gente tenta fazer uma crítica construtiva com intuito de ajudar o governo a melhorar, os bolsonaristas acham ele um coitado por estar sozinho. Bolsonaro conseguiu ser um líder de uma nação a qual seus liderados não têm admiração por ele, mas misericórdia, dó, pena. Para mim, isso é triste porque mostra que ele não tem força para se manter no poder. Não sei se ele vai conseguir se reeleger".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email