Secretário de Saúde do DF é preso em operação da PF contra fraudes na compra de testes para Covid-19

PF deflagrou a segunda fase da Operação Falso Negativo, que apura fraudes na compra de testes para detecção do novo coronavírus. Estão sendo cumpridos 44 mandados de busca e apreensão e sete de prisão em oito estados. Secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo, foi preso

Francisco Araújo
Francisco Araújo (Foto: Renato Alves/Agência Brasília)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (25) a segunda fase da Operação Falso Negativo, que apura irregularidades na compra de testes para detecção do novo coronavírus. Ao todo, os agentes estão cumprindo 44 mandados de busca e apreensão e sete de prisão, entre preventivas e temporárias. O secretário de Saúde do Distrito Federal, Francisco Araújo, um dos alvos da operação, foi preso no apartamento onde mora, em Brasília. 

Segundo reportagem do G1, além do Distrito Federal, os policiais estão cumprindo os mandados nos estados do Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. De acordo com o Ministério Público Federal do Distrito Federal (MP-DF) as fraudes teriam resultado em prejuízos da ordem de R$ 18 milhões aos cofres púbicos.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email