Segundo a Folha, Cardozo fala em deixar governo

Teria pesado na decisão do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT), pressões de petistas sobre a operação Lava Jato; ele já criticou publicamente abusos na Acrônimo e “vazamentos seletivos” das delações da Lava Jato, mas agora dá sinais de esgotamento

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, lança consulta pública para receber propostas da sociedade sobre medidas relacionadas à eficiência e eficácia de processos administrativos e judiciais (José Cruz/Agência Brasil)
Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, lança consulta pública para receber propostas da sociedade sobre medidas relacionadas à eficiência e eficácia de processos administrativos e judiciais (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Ministro da Justiça há mais de quatro anos, José Eduardo Cardozo (PT) teria confidenciado seu desejo de deixar o governo Dilma Rousseff.

Segundo reportagem da ‘Folha de S. Paulo’, teria pesado sobre sua decisão pressões de petistas sobre a operação Lava Jato. Setores do PT teriam responsabilizado Cardozo pela manutenção da prisão do ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto e pelas buscas no escritório de campanha de Pimentel e na empresa de sua mulher, Carolina Oliveira, na semana passada.

O ministro já criticou publicamente abusos na Acrônimo e “vazamentos seletivos” das delações da Lava Jato, mas agora dá sinais de esgotamento (leia aqui). 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247