Sem Bolsonaro, PSL pode ser derrubado pelo centrão de postos-chave da Câmara

Partidos integrantes do centrão, grupo de legendas de direita e centro-direita como DEM, PP e Solidariedade cobiçam os postos do PSL na Câmara, sob o argumento de que após a saída de Bolsonaro a sigla perdeu peso político

Plenário da Câmara
Plenário da Câmara (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O centrão está em plena ofensiva para derrubar o PSL do comando das principais comissões da Câmara. O partido deve ser desalojado da direção da mais importante comissão da Casa, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça).  

Reportagem dos jornalistas Renato Onofre e Angela Boldrini na Folha de S.Paulo informa que os partidos do centrão consideram que o PSL já não tenm tanta força política depois que Jair Bolsonaro se desfiliou e criou uma nova legenda, a Aliança pelo Brasil. 

As movimentações políticas apontam no sentido de rever os acordos de ocupação dos espaços da Câmara.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247