Sem dinheiro para alimentação de soldados, Brasil vai rejeitar R$ 83 milhões de ajuda para a Amazônia oferecida pelo G7

Agora é oficial: o governo brasileiro vai rejeitar a ajuda de US$ 20 milhões (por volta de R$ 83 milhões) oferecida pelo G7 para a Amazônia. A divulgação do auxílio foi feita pelo presidente da França, Emmanuel Macron. O dinheiro oferecido pelas principais economias do mundo seria utilizado para enviar aviões de combates a incêndio.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Agora é oficial: o governo brasileiro vai rejeitar a ajuda de US$ 20 milhões (por volta de R$ 83 milhões) oferecida pelo G7 para a Amazônia. A divulgação do auxílio foi feita pelo presidente da França, Emmanuel Macron. O dinheiro oferecido pelas principais economias do mundo seria utilizado para enviar aviões de combates a incêndio. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não participou da reunião em que os líderes do G7 trataram da oferta, mas Macron disse que o norte-americano apoiava a iniciativa.  Segundo interlocutores do governo Bolsonaro que acompanham o tema, a oferta de auxílio foi entendida muito mais como uma tentativa de Macron de capitalizar politicamente em cima do tema do que uma iniciativa dos líderes do G7. "

A  matéria ainda sublinha que "um desses interlocutores diz que o Brasil aguarda a formalização da oferta pelo presidente francês, mas afirma que ela deve ser rejeitada.  Na noite desta segunda, o presidente Bolsonaro recebeu no Palácio do Alvorada o encarregado de negócios da embaixada dos Estados Unidos, William Popp. Também participou da reunião o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do mandatário e presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email