Sem direito a visita ou ceia no natal, Lula receberá calor humano de vigília

Vítima de perseguição evidente, escancarada com o não cumprimento e/ou truncamento das decisões recentes de habeas corpus e de liminares do STF (Superior Tribunal federal), o ex-presidente Lula passará o natal sem direito a visita ou ceia na cela improvisada da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba; 500 pessoas, no entanto, irão celebrar o natal em sua solidariedade, na Vigília Lula Livre, acampamento localizado em frente à sede da Polícia Federal

Sem direito a visita ou ceia no natal, Lula receberá calor humano de vigília
Sem direito a visita ou ceia no natal, Lula receberá calor humano de vigília (Foto: RICARDO STUCKERT)

247 - Vítima de perseguição evidente, escancarada com o não cumprimento e/ou truncamento das decisões recentes de habeas corpus e de liminares do STF (Superior Tribunal federal), o ex-presidente Lula passará o natal sem direito a visita ou ceia na cela improvisada da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba. 500 pessoas, no entanto, irão celebrar o natal em sua solidariedade, na Vigília Lula Livre, acampamento localizado em frente à sede da Polícia Federal.

A reportagem do jornal O Globo informa que "a ceia de amanhã [que será encaminhada a Lula] seguirá o cardápio padrão, com arroz, feijão, salada e um tipo de carne. Podem completar o menu comidas não perecíveis, como chocolates e frutas secas, levadas pelas visitas."

A matéria lembra que "a família do petista antecipou a celebração para a última quinta-feira. Lula recebeu os filhos um dia após a disputa entre os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, que pretendia soltar quem cumpre pena após condenação em segunda instância, como o petista, e Dias Toffoli, que cassou a liminar. O cardápio da visita foi apenas um lanche."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247