Sem provas, Eduardo Bolsonaro culpa China por pandemia do coronavírus

Parlamentar atacou mais uma vez a China, dizendo que o país asiático preferiu "esconder algo grave a expor, tendo um desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas"

Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Deputado federal de extrema-direita e filho de Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro postou no Twitter uma mensagem responsabilizando o governo chinês pela pandemia do novo coronavírus.

O parlamentar fez uma analogia com o vazamento da usina nuclear soviética de Chernobyl na década de 1980, alegando que a China preferiu "esconder algo grave a expor, tendo um desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas".

Eduardo Bolsonaro finalizou afirmando, sem provas nenhuma, que "a culpa é da China e liberdade seria a solução".

Primeiro país a detectar a circulação do coronavírus, a China ainda tem a maioria dos casos registrados, porém o contágio foi reduzido drasticamente nas últimas semanas. Nesta quarta-feira, 18, pelo segundo dia consecutivo, foi detectado apenas um caso de transmissão local.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247