Sem provas, general Mourão, que é vice de Bolsonaro, acusa o PT

O general Antonio Hamilton Mourão, que é candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, cometeu um ato de total irresponsabilidade, ao acusar, sem nenhuma evidência, o Partido dos Trabalhadores, de ser responsável pelo esfaqueamento de Jair Bolsonaro; dias atrás, Bolsonaro defendeu fuzilar petistas e chutou um boneco com a imagem do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político há mais de quatro meses; segundo site de direita, militares estariam reunidos; Brasil pode não ter eleições em 2018

Sem provas, general Mourão, que é vice de Bolsonaro, acusa o PT
Sem provas, general Mourão, que é vice de Bolsonaro, acusa o PT


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O general Antonio Hamilton Mourão, que é candidato a vice na chapa de Jair Bolsonaro, cometeu um ato de total irresponsabilidade, ao acusar, sem nenhuma evidência, o Partido dos Trabalhadores, de ser responsável pelo esfaqueamento de Jair Bolsonaro

"Eu não acho, eu tenho certeza: o autor do atentado é do PT", afirmou. "Se querem usar a violência, os profissionais da violência somos nós", disse ainda à Crusoé.

Dias atrás, Bolsonaro defendeu fuzilar petistas e chutou um boneco com a imagem do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político há mais de quatro meses. Segundo site de direita, militares estariam reunidos. Brasil pode não ter eleições em 2018.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247