Sem quórum, Câmara cancela sessão e deixa de contar prazo para votação da Previdência

A sessão desta segunda contou apenas com 40 dos 513 deputados, sendo necessários pelo menos 51 para iniciar a sessão. Com isso, a Câmara realizou somente três das cinco sessões necessárias entre as votações do primeiro e do segundo turno da reforma da Previdência

(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Por falta de quórum, a sessão plenária da Câmara do Deputados foi cancelada nesta segunda-feira (5). O cancelamento interfere no prazo de contagem para a realização da votação da reforma da Prvidência.

A sessão desta segunda contou apenas com 40 dos 513 deputados, sendo necessários pelo menos 51 para iniciar a sessão. Com isso, a Câmara realizou somente três das cinco sessões necessárias entre as votações do primeiro e do segundo turno da reforma da Previdência.

Na previsão do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), as cinco sessões seriam realizadas até amanhã, pçodendo colocar o texto para votação do plenário.

Agora, para realizar a votação, a Câmara deverá analisar um requerimento de quebra de intervalo no início da sessão.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247