Senador empareda Moro: para ser super-homem deve se afastar do cargo

O senador Weverton Rocha (PDT-MA), durante audiência na CCJ, que contou com a presença do ministro da Justiça, Sérgio Moro, fez vários questionamentos sobre a conduta questionável do então juiz e o emparedou: "Para o senhor manter essa imagem de super-homem deve se afastar do cargo", disse ele

Weverton Rocha empareda Moro
Weverton Rocha empareda Moro (Foto: Agência Senado)

247 - O ministro da Justiça, Sérgio Moro, participou de audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ)  do Senado, na manhã desta quarta-feira (18), onde passou por uma sabatina com os parlamentares. A audiência é reflexo de sua conduta escusa com o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, que foi revelada pelo site The Intercertp. 

O senador Weverton Rocha (PDT-MA) fez vários questionamentos sobre a postura questionável de Moro e afirmou que,  "para ser super-homem, ele deveria se afastar do cargo". 

Ele seguiu emparedando Moro: “O senhor nunca teve um sentimento de parcialidade em relação aos processos da Lava Jato?”, disse. 

O senador também questiona o motivo de Moro ainda não ter entregue seu celular e tablet à polícia e critica sua postura. "O senhor condenou o ex-presidente Lula, querendo ou não, isso interferiu no processo eleitoral. Logo depois aceitou fazer parte do governo Bolsonaro". 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247