Será que Gurgel escolhe o algoz de Lula?

Procurador-geral deveria ter enviado na segunda-feira, a procuradores da 1ª instância da Justiça, o depoimento em que o empresário Marcos Valério acusa o ex-presidente de ter se beneficiado do esquema do mensalão, mas disse que ainda está em dúvida entre São Paulo, Minas e Distrito Federal

Será que Gurgel escolhe o algoz de Lula?
Será que Gurgel escolhe o algoz de Lula?
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O procurador-geral da República, Roberto Gurgel deveria ter enviado na segunda-feira, como havia prometido, o depoimento em que o empresário Marcos Valério acusou o ex-presidente Lula de ter se beneficiado do esquema do mensalão a procuradores da 1ª instância da Justiça. No entanto, ele disse ontem que ainda analisa o destino, pode ser São Paulo, Minas e Distrito Federal.

No depoimento, Valério disse que dinheiro do mensalão foi usado para pagar despesas pessoais de Lula, que também teria dado aval para a tomada de empréstimos bancários pelo esquema.

Os procuradores da República que receberem a denúncia farão uma avaliação preliminar sobre a necessidade de novas investigações e, se entenderem que o caso deve ser apurado, decidirão abrir uma investigação sobre a atuação do ex-presidente no caso do mensalão.

Há também a possibilidade que o caso seja encaminhado ao STF, uma vez que o senador Humberto Costa (PT-PE), também citado por Marcos Valério, possui foro privilegiado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247