CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Sergio Moro faz proposta inconstitucional e é criticado por juristas

A criação de uma chamada corte nacional anticorrupção, proposta por Moro, não está prevista na Constituição. Trata-se de proposta eleitoreira e demagógica

Sergio Moro, ex-juiz suspeito e parcial, condenado pelo STF, faz proposta inconstitucional (Foto: Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A proposta de criar uma suposta corte nacional para combater a corrupção, formulada por Sergio Moro, ex-juiz suspeito e parcial condenado pelo Supremo, não tem previsão constitucional, segundo juristas.

Para esses especialistas, não cabe ao Poder Executivo sugerir a formação de novos tribunais. Trata-se de uma proposta demagógica e eleitoreira do ex-juiz, pré-candidato do Podemos à Presidência da República. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A reportagem do UOL ouviu especialistas em direito constitucional que criticam a medida como não prioritária no Brasil hoje. A corte proposta pelo ex-juiz suspeito é  desnecessária segundo esses juristas.

Em entrevista ao Correio Braziliense neste final de semana, o ex-juiz suspeito sugeriu a criação de um novo tribunal federal supostamente para "aprimorar o combate à corrupção".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO