Servidor da Saúde réu por improbidade ao lado de Ricardo Barros participou da compra da Covaxin

Thiago Fernandes da Costa é réu em ação que envolve a compra de medicamentos para doenças raras e responde ao lado de Barros e da Global Gestão em Saúde - sócia da Precisa Medicamentos

www.brasil247.com -
(Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)


247 - O servidor do Ministério da Saúde Thiago Fernandes da Costa, réu em ação por improbidade ao lado do líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), atuou na compra da Covaxin, vacina indiana contra a Covid-19, pelo governo Jair Bolsonaro, segundo a Folha de S. Paulo.

A Covaxin se tornou nos últimos dias pivô de uma das maiores polêmicas do atual governo: a suspeita é de que um esquema de corrupção tenha obtido vantagem na compra do imunizante. Barros é apontado como articulador do esquema.

Fernandes da Costa é réu em uma ação que envolve a compra de medicamentos para doenças raras e responde ao lado de Barros e da Global Gestão em Saúde - sócia da Precisa Medicamentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Senadores da CPI da Covid, que apuram o caso da Covaxin, avaliam ouvir Fernandes da Costa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email