Shell financiou premiação à Lava Jato

Petrolífera anglo-holandesa Royal Dutch Shell figura entre os financiadores da Transparência Internacional, que na semana passada concedeu prêmio anticorrupção à força-tarefa Lava Jato; a Shell é uma das principais concorrentes da Petrobras no mercado internacional e está de olho nas reservas de petróleo no pré-sal dos brasileiros; e Lava Jato vem há anos erodindo os interesses da petroleira nacional

Petrolífera anglo-holandesa Royal Dutch Shell figura entre os financiadores da Transparência Internacional, que na semana passada concedeu prêmio anticorrupção à força-tarefa Lava Jato; a Shell é uma das principais concorrentes da Petrobras no mercado internacional e está de olho nas reservas de petróleo no pré-sal dos brasileiros; e Lava Jato vem há anos erodindo os interesses da petroleira nacional
Petrolífera anglo-holandesa Royal Dutch Shell figura entre os financiadores da Transparência Internacional, que na semana passada concedeu prêmio anticorrupção à força-tarefa Lava Jato; a Shell é uma das principais concorrentes da Petrobras no mercado internacional e está de olho nas reservas de petróleo no pré-sal dos brasileiros; e Lava Jato vem há anos erodindo os interesses da petroleira nacional (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Esmael Morais, em seu blog - A petrolífera multinacional Anglo-Holandesa Royal Dutch Shell, a Shell, figura entre os financiadores da Transparência Internacional, que na semana passada concedeu prêmio anticorrupção à força-tarefa Lava Jato.

A Shell é uma das principais concorrentes da Petrobras no mercado internacional e está de olho nas reservas de petróleo no pré-sal dos brasileiros.

O diabo é que a Lava Jato é uma operação que vem há anos atingindo a marca Petrobras.

Segundo relatório "Financial Statements", no próprio site da Transparência Internacional, além da Shell, o órgão também recebe financiamento do

Ministério Britânico para o Desenvolvimento Internacional (DFID, na sigla em inglês) e do Departamento de Estado dos Estados Unidos.

A premiação recebida pelo procurador Deltan Dallagnol em nome da força-tarefa Lava Jato ocorreu em data suspeitíssima, haja vista a tentativa de implosão do projeto de 'abuso de autoridade' e da consequente tentativa de aprovação 10 medidas anticorrupção.

Leia a íntegra do relatório financeiro da Transparência Internacional:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247