Sob governo Bolsonaro, país bate recorde de extrema pobreza com 40 milhões de famílias na miséria

O Brasil vive, sob o governo Bolsonaro, uma profunda crise social. Mais de 40 pessoas estão na miséria

Passar fome no Brasil é uma grande mentira.
Passar fome no Brasil é uma grande mentira. (Foto: AGÊNCIA BRASIL)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O número de famílias na miséria no Brasil, segundo dados de abril, é o maior desde o início dos registros disponíveis do Ministério da Cidadania, a partir de agosto de 2012. Mais de  40 milhões de pessoas vivem nessa condição.

Reportagem publicada pelo UOL neste domingo registra os depoimentos de pessoas atiradas à condição de pobreza extrema no Brasil e ressalta que "família em extrema pobreza é aquela com renda per capita de até R$ 89 mensais". A reportagem assinala que "em regra, são pessoas que vivem nas ruas ou em barracos de favelas". Há ainda 2,8 milhões de famílias vivendo em pobreza (com renda entre R$ 90 e 178 per capita mensais).

Entre os moradores, há adolescentes chefes de família. Casada, a jovem A. C., 15, jogava baralho em uma mesa quebrada com amigos para passar o tempo. Mãe de um bebê de três meses, ela conta que a situação da alimentação precária é o que mais a incomoda.

PUBLICIDADE

Segundo o professor e pesquisador na área de economia popular Cícero Péricles de Carvalho, da Ufal (Universidade Federal de Alagoas), o aumento no número de famílias na extrema pobreza pode ser explicado pela recessão e pelo baixo crescimento da economia, aliados aos limites das políticas sociais do governo.

Leia a íntegra

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email