Sócio de gráfica diz que trabalhou para Dilma e Aécio

Em depoimento ao corregedor-geral da Justiça, ministro Herman Benjamin, como testemunha na ação que pode cassar a chapa Dilma-Temer por abuso de poder econômico, o sócio da gráfica VTPB, Beckenbauer Rivelino de Alencar Braga, disse que trabalha com campanhas eleitorais há mais de 30 anos e que já prestou serviços em 2014 ao atual senador Aécio Neves (PSDB-MG) e para o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) - morto em acidente aéreo naquele ano

Dilma Rousseff e Aécio Neves
Dilma Rousseff e Aécio Neves (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Em depoimento ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE) ontem, o sócio da gráfica VTPB, Beckenbauer Rivelino de Alencar Braga, disse que trabalha com campanhas eleitorais há mais de 30 anos e que já prestou serviços em 2014 ao atual senador Aécio Neves (PSDB-MG) e para o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) - morto em acidente aéreo naquele ano.

As informações são de reportagem do Valor.

"Ele explicou que produzia "santinhos", com dimensões de 10 cm por 5 cm e feitos em material diferenciado, uma espécie de cartão plastificado.

Ele foi ouvido pelo corregedor-geral da Justiça, ministro Herman Benjamin, como testemunha na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que, em tese, pode cassar a chapa Dilma Rousseff - Michel Temer por abuso de poder econômico.

Braga disse ainda que começou a ter contato com campanhas eleitorais na década de 1990, quando seu pai prestou serviços ao então governador Orestes Quércia (PMDB), morto em 2010.

O sócio da VTBP reafirmou que de fato prestou serviços à campanha de Dilma em 2014, por intermédio de duas gráficas contratadas como terceirizadas."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247