Solnik: Trump pode ser maluco, mas não é burro

O presidente dos EUA, Donald Trump, já declarou que não virá ao Brasil para posse de Bolonaro, que irá ocorrer no próximo dia primeiro de janeiro; para o jornalista Alex Solnik, o gesto significa que toda a subserviência do clã Bolsonaro aos EUA não comoveu Trump; "O presidente dos EUA não é burro e não suporta capachos, ele gosta de negociar, e tem fama de passar o rolo compressor em pessoas servis", alerta; em sua visão, o Brasil "corre um sério risco" se continuar refém das vontades e ordens da Casa Branca

Solnik: Trump pode ser maluco, mas não é burro
Solnik: Trump pode ser maluco, mas não é burro

247 - A posse de Bolsonaro no próximo dia primeiro de janeiro, a negativa de Trump sobre a presença na solenidade, e o auxílio moradia pra juízes foram os principais temas do programa Boa Noite 247 desta terça-feira (19).

Um  grande esquema de segurança está sendo montado para posse de Bolsonaro. Não se sabe se o presidente eleito usará carro aberto. 

O jornalista Alex Solnik destaca que, ao contrário das outras posses, essa não é uma festa da democracia. "No evento será proibida até o porte de guarda-chuva e carros de bebê", ressalta.

O presidente dos EUA, Donald Trump, já declarou que não irá à posse de Bolonaro.

Para Solnik, o gesto significa que toda a subserviência do capitão reformado aos EUA não comoveu Trump. "O presidente dos EUA não suporta capachos, ele gosta de negociar, por isso passará um rolo compressor sobre o clã Bolsonaro", alerta. 

"Ao expor o Brasil dessa forma, Bolsonaro, você está colocando o País numa situação péssima", diz o jornalista. 

Inscreva-se na TV 247 e assista a íntegra do programa:

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247