Lula quer Dino de volta ao PT para que ele possa encabeçar chapa em 2022

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi sondado pelo ex-presidente Lula para voltar ao PT, para ser o candidato do partido à Presidência da República em 2022

Flávio Dino e Lula
Flávio Dino e Lula (Foto: GOVMA | Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As conversações entre Flávio Dino, do PCdoB e o PT, sobre a candatura à Presidência da República em 2022 se intensificaram nos últimos dias. 

Embora não tivesse havido um convite formal, o ex-presidente Lula e o governador do Maranhão se encontraram no último dia 18, informa O Globo, com a participação da presidente nacional do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR). Durante o encontro, Lula fez a sondagem a Flávio Dino.

Em entrevista publicada na segunda-feira (27) pelo jornal Valor Econômico, Gleisi disse que o partido trabalha com a reedição da candidatura presidencial do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, mas afirmou também que considera o  governador do Maranhão como uma alternativa, ressaltando que ele “sempre foi muito leal à causa” do ex-presidente Lula.

Nas próximas semanas, Lula deve encontrar Dino no Maranhão para uma agenda política. Segundo petistas, o apreço do ex-presidente por Dino cresceu em razão da defesa enfática de Lula que o governador fez quando o petista estava preso em Curitiba. Também pesa a favor de Dino seu apoio à ex-presidente Dilma Rousseff durante o processo de impeachment. 

Lula não comentou se fez o convite a Flávio Dino para que se filie ao PT e se candidate à Presidência da República pela legenda.

A interlocutores, o governador afirma que sua estratégia é tirar a esquerda do isolamento e não ficar restrito à bandeira do “Lula Livre”. Ele tem dito que as forças progressistas precisam dialogar e formar uma frente ampla em defesa da democracia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247