Sondagem 247: 79% dizem que Lula deve aceitar prisão domiciliar

Sondagem da TV 247 realizada a partir de 7h desta segunda feira (3) ouviu mais de 2,6 mil pessoas até 14h50 e 79% delas consideram que o ex-presidente Lula deve aceitar a prisão domiciliar, se a hipótese se confirmar; para 21%, ele deve recusar e lutar pela plena absolvição; você pode opinar

Sondagem 247: 79% dizem que Lula deve aceitar prisão domiciliar
Sondagem 247: 79% dizem que Lula deve aceitar prisão domiciliar

247 - Sondagem da TV 247 realizada a partir de 7h desta segunda feira (3) ouviu mais de 2,6 mil pessoas até 14h50 e 79% delas consideram que o ex-presidente Lula deve aceitar a prisão domiciliar, se a hipótese se confirmar; para 21%, ele deve recusar e lutar pela plena absolvição. Você pode opinar aqui.

 A questão apareceu depois que veio a público a pressão que amigos, amigas, advogados e familiares de Lula estão fazendo para que ele aceite um pedido de prisão domiciliar ao STF, caso a corte recuse o habeas corpus impetrado por sua defesa e que será julgado nesta terça-feira. Aé agora, Lula tem se recusado a examinar esta hipótese, afirmando que quer ser inocentado das acusações injustas.

Para Soraia Santana, "Lula deve aceitar a prisão em seu próprio lar e estar ao lado de sua família!" Ela defende a continuidade da vigília Lula Livre, se ele for mantido preso em seu apartamento em São Bernardo (SP): "a vigília Lula Livre deve continuar em frente ao prédio onde ele mora, até que ele seja libertado das garras do imperialismo. Eu vou continuar dando a minha contribuição financeira para o acampamento Marisa Letícia que deve ser transferido para São Bernardo, no caso da prisão domiciliar de Lula. Em casa, Lula ficaria bem mais vulnerável à ataques de agentes da Cia".

Caio Peixoto discorda e defende a posição que Lula manteve até agora, de não aceitar a prisão domiciliar: "Um líder da estatura moral como o nosso Lula não pode e não deve se quedar circunflexo a um Poder Judiciário venal, seletivo e estigmatizante como é o STF no contexto atual. A prisão domiciliar são migalhas frente ao legítimo direito do Presidente de se ver inocentado".

Rosangela Menezes acha a prisão domiciliar é uma hipótese razoável para o momento, mas que a luta na sociedade é mais ampla e profunda: "Essa justiça já mostrou q tem lado e q não é o de Lula, nem do PT. A luta agora tem q ser ideológica. Conscientizar a população, quem somos nós, e quem são 'eles'. E escolher um lado. A militância precisa fazer uma campanha sistemática de boicote ao consumo, começando já nesse período natalino".

Catia Rocha defende uma posição realista, o que não significa submissão à realidade: "Um absurdo o q estão fazendo... moralmente não deveria aceitar... mas sinto ser á única forma neste momento p q ele esteja melhor na própria casa... e assim pensar numa solução por tantos malfeitos... o q acho difícil qualquer mudança neste momento q o Brasil enfrenta... Lula livre!!!"

Antônio da Nóbrega Santos avalia que, em casa, Lula terá melhores condições para exercer sua liderança: "Em casa continuará a lutar para provar sua inocência; terá melhor qualidade de vida; poderá receber infinitas pessoas e falará ao mundo sobre sua inocência e o e melhor de todas, poderá criar um canal e fazer política e organização dos movimentos sociais 24 horas por 365 dias ano".

Até 14h50, 162 pessoas haviam deixado seus comentários na sondagem.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247