Stedile: “com essa visão estúpida do Guedes, o futuro que nos aguarda é o Chile”

O líder do MST, João Pedro Stedile, também afirmou ser "questão de tempo" para a classe trabalhadora se mobiliza fortemente contra o governo Jair Bolsonaro. “Certamente o povo brasileiro vai se levantar muito antes do que o Bolsonaro imagina”, disse

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, afirmou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem uma "visão estúpica" sobre crescimento econômico. De acordo com o ativista, é "questão e tempo" para a classe trabalhadora se mobilizar contra as políticas neoliberais do governo Jair Bolsonaro. 

“Certamente o povo brasileiro vai se levantar muito antes do que o Bolsonaro imagina”, avalia Stedil em entrevista ao site Uol. “Enquanto permanecer esse tipo de política, essa visão estúpida do [Paulo] Guedes, o futuro que nos aguarda é o Chile”, conclui, em referência à economia liberal do país vizinho que gerou as recentes manifestações populares contra o governo chileno. 

Segundo o líder do MST, Bolsonaro não tem base social nas Forças Armadas para cumprir a promessa de reprimir eventuais protestos no país. “A classe trabalhadora não se mobilizou, mas isso é só questão de tempo. Porque a lógica da mobilização das massas não é uma questão que depende de direção ou nós aqui decidirmos. Há uma lógica que leva um tempo até as massas se darem conta”, continua.

“Vocês viram aí no Chile. Foi aumentando, aumentando a panela de pressão. Aí quando eles aumentaram em 20 centavos a passagem do metrô, explodiu. Ou seja, todo aquele tensionamento vai explodindo. Assim aconteceu no Peru, assim aconteceu no Equador. Aqui no Brasil também vai ser assim”, acrescenta.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247