CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

STF abre inquérito contra Feliciano por preconceito

Decisão do ministro Gilmar Mendes atendeu pedido de investigação feito pela Procuradoria-Geral da República, após vídeo divulgado na internet em que o ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara defende o fechamento de terreiro de macumba e “o sepultamento de pais de santo”

Imagem Thumbnail
Decisão do ministro Gilmar Mendes atendeu pedido de investigação feito pela Procuradoria-Geral da República, após vídeo divulgado na internet em que o ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara defende o fechamento de terreiro de macumba e “o sepultamento de pais de santo” (Foto: Roberta Namour)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu inquérito para apurar se o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) cometeu o crime de preconceito.

O pedido de investigação foi feito pela Procuradoria-Geral da República por vídeo divulgado na internet em que o deputado defende o fechamento de terreiro de macumba e “o sepultamento de pais de santo”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em decisão assinada na sexta-feira (21), o ministro determinou que a Polícia Federal (PF) ouça o depoimento de Feliciano em 30 dias.

Ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Feliciano acumulou polêmicas por posições homofóbicas e racistas. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mesmo assim, faz balanço positivo de sua gestão: "Em números, consegui superar meus antecessores em audiências públicas e diligências – inclusive nos Estados Unidos, onde intercedemos com sucesso em defesa de brasileiros presos e perseguidos", disse ele; "Se não fiz mais, foi por absoluta força maior. Dei tudo de mim, trabalhei diuturnamente em prol do bom andamento dos trabalhos da comissão".

Como ele tem foro privilegiado, só pode ser investigado em inquérito comandado pela Procuradoria Geral da República e autorizado pelo Supremo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO